Memórias de um acadêmico de História - Versão 02 ~ Identidade 85 ::

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Memórias de um acadêmico de História - Versão 02





É difícil não lembrar das coisas boas que vivemos na vida. Ainda que as dificuldades de 4 anos de curso tente nos dizer que foi bom ter terminado e tendermos a nos sentir aliviados, certamente nos sentiremos saudosos com os amigos de todos os dias. Amigos de café, de laboratório, de RU, de andanças, de Cordil...

Os anos passam rápido, mas como não lembrar das viagens feitas, das amizades conquistadas, das trapalhadas incorrigíveis. Tudo pelo bem daqueles que as viveram! O Gustavo disse muito bem a respeito de muitas das nossas aventuras, inclusive aquelas as quais nem pensamos em contar tão cedo (risos).

Mas, o importante é que nos divertimos a bessa! Dentre as muitas paradas, São Leopoldo e Corumbá com certeza as viagens mais marcantes... com direito a "inferninhos", "matinhos", baianos e cerveja barata. São Leopoldo, e Porto Alegre, de todas as Camilas (risos), estádios e tietes. Corumbá de portos, bares, luais improvisados, boliches e presepadas! E o Eudes revelando que o bar dos nossos sonhos, com cerveja a 1,50!, era um centro de macumbá (risos).

Os amigos lembrariam de outras viagens, mas essas eu não estive. Mas foram tantos encontros, semanas de história, iniciações científicas, tantos eventos. Alguns com direito a comes na faixa!

Meus amigos me chamam de nostalgico, e acho que devo ser mesmo, mas como foram bons esses quatro anos! Aprendi muito, sonhei bastante, ouvi muitas músicas e histórias. Aprendi que a vida é pra ser vivida, que o carpe diem que tanto pregamos é coisa do Nietzsche e que o Marx não é positivista, imaginem! (risos) Não dá pra esquecer os camelos e "cocôs" flutuantes do nosso professor Jorge! Não dá pra apagar da memória os lanches frios do RU, os salgados alternativos da Rosangela e da Lediane. A Ana Júlia bebada chorando e o Gustavo P dançando funk! Eu sempre vou me lembrar de cada um, não igual, isso nem dá, mas com cada particularidade, com cada mania e "faniquito". Como deixar pra trás as recordações das Meninas Super Poderosas (Juliana, Ana Paula e Simone), dos metaleiros e dos cabeludos! O Tigrão e o Cavaleiro Medieval... os tempos são bacantes!

Repetimos muitos jargões e frases dos amigos, mas isso é pra não esquecermos o quanto foi legal estar ao lado de cada um!

Espero que todos se lembrem da turma mais badalada do curso de História da UFGD! E não se esqueçam do barbudo, do cabeludo, dos muchileiros, dos hipies, das patricinhas, dos sérios, dos religiosos, dos pós-modernos, dos festeiros... enfim, não esqueçam o quanto são especiais!

Vocês sempre estarão no meu coração... e acho que vou parando por aqui, já estou muito sentimental... (risos)


9 comentários:

  1. Zé! A nostalgia é algo do bem e sempre será muito legal relembrar desta época magnífica em nossas vidas. A partir de agora, alguns manterão contato, mas a grande maioria trilhará caminhos diversos e no final, só as memórias nos acompanharão para sempre.
    Cabe a nós, nos encontrarmos de tempos em tempos, pra matar a saudade, tomar umas biritas, talvez discutir quem tem mais importância entre Marx ou Jesus Cristo, Beatles ou Elvis...eheheheh.

    ResponderExcluir
  2. Zé, adorei este seu momento de encuentros e recuerdos dos anos de curso,creio que muitos se identificaram e puderam viajar junto com você, inclusive eu.Tão bacana saber que fizemos parte de um grupo tão especial, pelo menos para nós isso foi uma realidade,e que doce realidade!!Parei, já estou ficando saudosista....

    ResponderExcluir
  3. Zé, adorei este seu momento de encuentros e recuerdos dos anos de curso,creio que muitos se identificaram e puderam viajar junto com você, inclusive eu.Tão bacana saber que fizemos parte de um grupo tão especial, pelo menos para nós isso foi uma realidade,e que doce realidade!!Parei, já estou ficando saudosista....
    Vou solicitar autorização p usar alguns trechos no discurso, ok???

    ResponderExcluir
  4. Ai que lindo..acho q isso poderia fazer parte do discurso da Rosângela...com certeza, a cada palavra q a gnt vai lendo vai recordando e querendo viver outra vez, de tão gostoso que foi esse últimos 4 anos,mas agora uns foram embora, outros nunca mais veremos... entretanto, aqueles que ainda estão vinculados à FCH nunca devem perder o contato, isso p o pessoal do mestrado e do bacharelado!!! bjus p todos, e prometo q sempre q me chameram p tomar cerveja eu vou!!!

    ResponderExcluir
  5. hehehehe... e tomar tereré também né? guria... só cachaça faz mal...hehehe

    ResponderExcluir
  6. Crie sua própria comunidade do blog "Independencia ou Morte" na Rede Social Klikot e ainda ganhe uns bons trocados para isto.
    A Klikot é a primeira Rede Social mundial que divide seus lucros em publicidade com todos os seus usuários.
    Conheçam a Klikot e façam o seu cadastro em: http://klikot-br.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!