Filme: Sociedade dos poetas mortos (1989) ~ Identidade 85 ::
Booking.com

quarta-feira, outubro 19, 2016

Filme: Sociedade dos poetas mortos (1989)


  
Nenhum filme me inspirou e inspira tanto quanto Sociedade dos poetas mortos. Por isso ele é minha atual dica de filme. 

Certamente alguém se pergunta por que um historiador/professor de História se identificaria tanto com ele? Afinal, não se trata de um filme de História, mas sim de um grupo de estudantes inspirados por seu professor de literatura. Além do mais, por que a poesia poderia levar alguém a fazer História? Não seria mais lógico esperar que se embrenhassem pelos caminhos das Letras ou áreas afins? 

Pois é, sabendo que muitas vezes a lógica é ilógica, é no mundo dos humanos, mortos ou vivos, que eu me "afundei", aprendendo a perceber a sensibilidade que já tinha como fator construtivo nos caminhos da academia. Aprendi com este filme e o "captain, my captain" a sair dos mundos engessantes da erudição, da racionalidade sem vida, e buscar entender o ser humano como ele deve ser entendido: um emaranhado de sentimentos e pessoas ímpares, mas que por vezes compartilham símbolos, significados, significantes e costumes em comum.

Claro que toda atitude apaixonada, de poetas ou historiadores, leva à alguma consequência (ou consequências), mas ainda assim, não correr o risco nos impede de ver o que está além do nosso mundo acomodado e sem ousadia. Claro que temos que buscar as "verdades" da vida, ter um ideal de racionalidade e procurar construir (se bem que se inverta essa ideia às vezes, preferindo-se pensar em des-construções), mas em minha opinião e do professor John (Robin Williams) a vida perde em sentido se pensarmos uniformemente e sem ter um pouco de emoção, de pulsação, só assim então um pouco de criação. 

Afinal, ao contrário do que pensavam historicistas e positivistas de outrora, ou se preferirem os ortodoxos da Welton Academy, acreditar cegamente em imparcialidade não pode condizer com a "realidade" do que é ser literato ou historiador. Se assim pensarmos, estaremos nos limitando e deixando de pensar por nós mesmos, passando a pensar com os olhos dos outros (ou das nossas fontes, se preferirem).

De resto, uma das coisas que me inspiraram nesse filme ainda, eu deixo com vocês, a frase famosa do professor John Keating que me segue ao longo dos anos desde à época do colégio até hoje: 

"Carpe diem. Aproveite o dia, meninos. Façam suas vidas extraordinárias"!


ASSISTA AO TRAILER:




O DVD:

 dvd Sociedade dos Poetas Mortos promoção

Clique aqui!

Assista e indique para os seus alunos o nosso vídeo Como Ir Bem Na Redação do ENEM clique para ir! 



* Postado originalmente em 21 de setembro de 2013.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!