História oriental através da arte (parte 01) ~ Identidade 85 ::
Booking.com

quarta-feira, maio 27, 2015

História oriental através da arte (parte 01)




Eu sou uma daquelas pessoas que ainda tem muito a aprender sobre a história da Ásia, especialmente sobre as civilizações do Leste do continente. Nisso, a arte nos ajuda a conhecer um pouco dessas culturas, que são tão ricas e possuem elementos extremamente originais. Por isso, nesse especial resolvi compartilhar e comentar com vocês alguns materiais muito interessantes que são de domínio público, mas que muitos desconhecem.

Para esta primeira postagem selecionei cinco imagens, com textos, para fazermos uma viagem pelas terras do sol nascente, mais especificamente o Japão dos séculos XVI ao XIX. 

São imagens que mostram mais especificamente a arte japonesa de Ukiyo-e ("Fotos do mundo flutuante [ou triste]"), que desenvolveu-se na cidade de Edo (hoje Tóquio) durante o Período Edo ou Tokugawa (1600-1868), uma época relativamente pacífica durante a qual os shoguns Tokugawa governaram o Japão e tornaram Edo a base do poder. A tradição Ukiyo-e de pintura e estampa em xilogravura continuou pelo século XX.

Ukiyo-e, que tem suas raízes na visão efêmera do Budismo, capturava a dinâmica fugaz da vida urbana contemporânea. Ao mesmo tempo que eram acessíveis e satisfaziam os gostos das "pessoas comuns", os detalhes artístico e técnico dessas pinturas mostram uma sofisticação notável. Seus temas vão de retratos de cortesãs e atores à literatura clássica*(Clique nas imagens para ampliar)


Um Ator no papel de Sato Norikiyo que se tornou Saigyo: Um ator no papel de Yoshinaka 
(Satō Norikiyo Nyūdō Saigyō Yoshinaka1850 d.C.)
Artista: Utagawa, Kuniyoshi (1798-1861)


Esta gravura díptica do período entre 1849 e 1852 mostra Saigyō cercado por homens que tentam impedi-lo de sair de sua casa para tornar-se sacerdote. O poeta Saigyō (1118-1190) nasceu em uma família aristocrática militar, mas rejeitou a vida de guerreiro e ordenou-se sacerdote budista, quando tinha cerca de 22 anos. 

Guerreiro Asahina Kobayashi
(Kobayashi no Asahina, 1862 d.C.)
Artista: Utagawa, Toyokuni (1786-1865)


Esta gravura de 1862 é um retrato de meio-corpo de um ator, vestindo um roupão com motivo de pássaro, no papel de Asahina. A gravura é parte da série As 36 Estrelas dos Dias Modernos (Tousei Mitate Sanjuu Rokkasen). Asahina Kobayashi foi um guerreiro do período Kamakura (final do século 12 até início do século 14) conhecido por grande força e bravura. Neste ato do Kabuki, contudo, Asahina interpreta o palhaço.

Dia das Garotas
(Hinamatsuri1726 d.C.)
Artista: Nishikawa, Sukenobu (1671-1751)


Esta gravura é uma página de um livro ilustrado do período entre 1716 e 1736. Ela mostra três moças ou mulheres elegantemente vestidas, comendo e bebendo, provavelmente comemorando Hina Matsuri (Dia das Moças), com uma cerimônia da boneca, mostrando bonecas sentadas em uma mesa ao fundo.

Sunshū ejiri
(entre 1832 d.C. e 1833 d.C.)
Artista: Katsushika, Hokusai (1760-1849)


Katsushika Hokusai foi um artista e xilogravurista que contribuiu muito para levar as imagens de paisagem de ukiyo-e ao auge, juntamente com o seu rival Utagawa Hiroshige. Suas paisagens eram mais imaginativas do que naturalistas, representadas com um estilo pessoal dinâmico e observação altamente qualificada da paisagem. Fazendo parte de sua série Fugaku Sanjūrokkei (36 vistas do Monte Fuji), esta imagem contrasta a montanha imponente com uma forte rajada de vento levando embora o Kaishi (papel usado como lenços ou para anotar poemas) e os chapéus dos transeuntes relutantes.

Entardecer refrescante em Shijogawara durante o Festival de Gion
(1859 d.C.)
Artista: Utagawa, Sadahide (1807-1873)


Este trabalho retratando o Festival de Gion em meados do século XIX, é de Gountei Sadahide (por volta de 1807-1878), também conhecido como Utagawa Sadahide e Hashimoto Sadahide. O festival, um dos principais eventos do verão japonês, remonta bem mais de mil anos e ainda é realizado em Quioto no mês de julho. Sua finalidade tradicionalmente é rezar para a proteção da população contra doenças durante a estação mais quente do ano. 

Sadahide pertenceu à escola Utagawa e foi um aluno de Kunisada, também conhecido como Utagawa Toyokuni III (por volta de 1786–1864). Sadahide criou muitas imagens de atores Kabuki e mulheres bonitas, bem como pinturas de gênero e paisagens. Ele era muito apreciado por suas representações da vida em Yokohama, mostrando a influência ocidental no seu país. Sadahide tinha um talento especial com paisagens detalhadas, panoramas com elementos em forma de mapa e com vista aérea, como essas cenas do entardecer em Gion, publicadas em 1859.


* Para essas postagens sobre arte oriental utilizei-me de obras que constam no site da Biblioteca Mundial Digital, que podem ser vistas com suas descrições em português no site http://www.wdl.org/pt/search/?regions=east-asia

** Postado originalmente em 22/fev/2014.

Compartilhe esse especial:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!