O voto que é meu... vai pra quem? ~ Identidade 85 ::
Booking.com

domingo, outubro 19, 2014

O voto que é meu... vai pra quem?




Respeito seu voto, mesmo não concordando. Então respeite o meu e vivamos a DEMOCRACIA. 

VOTO DILMA. 

Voto nela não porque eu tenha heróis (heroína no caso) ou ilusões políticas, isso não tenho mais. Somos humanos e cheio de defeitos e isso me faz pensar de forma mais realista. Me faz pensar que a vida quem vive sou eu, portanto, tendo uma parcela subjetiva o bastante nesse processo. Além do mais, heróis são construídos e em época de campanhas eles aparecem floridos e engomados aos punhados. Mas são heróis de quem? para quem?

Corrupção, palavra tão falada, é algo que precisa ser combatido, mas temos que ter boa lembrança e ver que desde que existe democracia (ao menos formal) no Brasil, fraudes, clientelismos, votos de cabresto, nepotismos e uma infinidade de irregularidades aparecem, portanto, não são novidade e nem invenção do PT. Aliás, desde que surge a DEMOCRACIA (dêmos kratía) na Grécia os detentores dos direitos políticos vêm usufruindo das benesses de sua condição.

Não estou defendendo a corrupção. Eu também quero punição para quem faz mal uso do dinheiro que nos tiram em cada ponto, produto ou situação; aos que investem em favor próprio o que era para ser investido no povo. Também gostaria de ver José Dirceu e cia presos... mas, que partido está isento nesse mundo de relações de poder?

Outra coisa que alguns amigos parecem confundir é o PT com COMUNISTAS. Não é preciso ser petista de carteirinha (e eu não sou; aliás nunca me filiei a partido nenhum) para saber que o Partido dos Trabalhadores não é Comunista; pode se inspirar nas ideias de Marx e cia, ainda que de forma distante; pode defender um tipo de socialismo; mas Comunista no sentido marxista ou coisa parecida isso não é. Aliás, o PT se adaptou bem ao mundo capitalista em que vivemos. 

Enfim, não quero com essa postagem ofender ninguém que vote no outro candidato. Não quero que pensem que essa representa uma visão de todos os que acompanham o blog. Trata-se aqui de uma consideração minha, JOSÉ ANTONIO FERNANDES, filho da Dona Vanda e do Seu Zé, das bandas de Catanduva, interior de São Paulo. 

Se queremos democracia, teremos que aceitar a decisão da maioria, pois é isso que se espera de um sistema de votação desse tipo. E é isso que farei.

O importante é saberem refletir, debater, ver avanços (que existem sim!) e retrocessos e medir o que se espera com as réguas da História não tão distante. Se assim mesmo persistir o voto, que assim seja então, pois somos livres e assim devemos permanecer.

Pré-venda do álbum "Queen Forever" no iTunes! 
 Clique aqui!

2 comentários:

  1. Até comentei um pouco sobre isso no meu face. Tem me incomodado muito como as pessoas tem comprado a propaganda dos candidatos, muitas vezes sem fundamento ou sem importância política para agredir ao colega que vota no outro candidato. O que a população tem que entender é que após o pleito, os candidatos muitas vezes se alinham e fazem parcerias e a pessoa deixa de conversar com algum colega por isso. Acredito que discussões políticas entre amigos é muito válido, discutir eleições com amigos não sei se é tão proveitoso assim. Está faltando um pouco mais de conhecimento da ideia de democracia, que por sinal é bem nova no Brasil, mas para começar a amadurecer essa democracia aqui, poderíamos iniciar respeitando o pensamento do próximo. Ah, e o mais importante, mesmo que o candidato que vc vote não ganhe, torcer para que ele faça coisas boas, e não o contrário, para poder dizer depois, viu, eu estava certo. Enfim....
    TIAGO R.S. SANTOS

    ResponderExcluir
  2. Muitos se deixam levar exclusivamente por paixões geradas por partidos, pelo que o professor diz (sem que precise pensar) ou pela propaganda que o mesmo faz. Isso é extremamente nocivo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!