Como será o jornal daqui 30 anos? pela aluna Suzana Eccel ~ Identidade 85 ::
Booking.com

sábado, dezembro 12, 2015

Como será o jornal daqui 30 anos? pela aluna Suzana Eccel



Foi pedido à Suzana (aluna de Ensino Médio) que escrevesse um texto sobre como será o jornal periódico daqui há dez anos e o resultado é texto que vocês podem ler.

Quando pensamos em jornal, nos vem à mente aquele papel com notícias ou aquele programa de televisão, que passam sempre na hora do almoço, depois de um filme ou novela...

Até os dias atuais o jornal é como ficamos ligados no que acontece em nossa sociedade – o que no caso é um todo constante. Os antigos não tinham televisões para assistir e ver as informações, pois passavam boa parte do seu tempo trabalhando na roça; e por isso com o jornal impresso (onde tivessem acesso e soubessem ler), eu acredito que tenha sido muito útil para eles. Dizem que há alguns séculos atrás os marinheiros usavam o jornal impresso para fazer comércio marítimo, se isso é verdade, o jornal além de dar notícias teria sido usado como propaganda para vender objetos. 

O primeiro jornal teria surgido com o imperador romano Julio César, onde falava basicamente sobre o seu Império, com o intuído de dialogar com a população, para dar noticias das guerras e política. A Acta Diurna era o jornal oficial, criado durante o governo de César no ano 59 a.C., trazendo notícias diariamente. Já passando para a Idade Moderna, desde a invenção de Gutemberg, imprimir jornais passou a ficar bem mais fácil.

Os primeiros jornais do Brasil surgiram no ano de 1808. E a partir do século XIX modernizaram-se ao redor do mundo as máquinas de escrever.

Bom, mas voltando aos tempos mais recentes...

Há 10 anos atrás, o jornal não era o mesmo, assim como não será o mesmo daqui há 10, 20 ou 30 anos. A cada nova tecnologia nas comunicações, surgem novas maneiras de escrever e de se ler. Porque o ser humano sempre vai ter uma nova ideia, um novo conhecimento; nunca se contentará com o que tem, porque sabe que sua mente e seu conhecimento são capazes de mais.

Assim, podemos esperar que daqui há 30 anos o jornal deixe de ser escrito em papel e passe a ser algo mais complexo do que tablets, notebooks e televisões...

Aí você deve se perguntar "como mais complexo que isso?". E eu te digo “meu amigo(a), a inteligência humana tem capacidade de tudo o que quiser, basta saber no que e como usar”. 

E no fim, se o jornal se tornar algo mais complexo e tecnológico, por um lado sera bom porque tornará o mundo mais ecológico. E claro: daqui a 30 anos o jornal com certeza terá uma estrutura diferente, mas não deixará de ser o transmissor das notícias, porque, por mais que o tempo passe e as coisas evoluam, sempre terá que existir quem transmita as informações das coisas que ocorrem pelo mundo.

Dica do blog:

 livro as palavras de saramago

As Palavras de Saramago
Catálogo de Reflexões Pessoais, Literárias e Políticas Elaborado a Partir de Declarações do Autor Recolhidas na Imprensa Escrita
de José Saramago; Fernando Gómez Aguillera
de R$ 59,00 por R$ 25,42!
 Clique aqui para comprar!

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!