Papo de Professor: A utilização de vídeos em sala da aula ~ Identidade 85 ::

quinta-feira, setembro 01, 2016

Papo de Professor: A utilização de vídeos em sala da aula




Vídeos podem ser uma ferramenta extremamente útil quando bem utilizados, mas muitas vezes são usados de forma errada deixando de lado os objetivos da aula. Nesse texto da professora de tecnologias Ana Paula Langa, temos uma importante e prática contribuição para nossas aulas. 

Eis aqui algumas dicas para não cair na armadilha dos vídeos sem objetivo.

1 - Duração:

Uma aula normalmente tem 45 minutos, então nada melhor do que se programar entre vídeos de 15 a 20 minutos, se tiver aula faixa limite em 1 aula.

2 - Objetivo:

Tenha em mente o objetivo e deixe explicito isso aos alunos, desenvolvendo atividades sobre o mesmo e discutindo o conteúdo. Exatamente por isso que no caso de aula faixa ela pode ser limitada, passe o vídeo na primeira e depois crie uma discussão ou questionários. Nunca, eu digo NUNCA, passe algum vídeo e não cobre nada dos alunos.

3 - Apresentação de conteúdos:

A melhor opção é utilizar de vídeo para introdução de conteúdo, é muito mais fácil iniciar um novo assunto quando os alunos já tem uma visão clara do que vem pela frente. Alguns professores utilizam os vídeos para encerrarem conteúdos, não quer dizer que esteja errado, mas por experiência própria lhes digo que é mais interessante.

Exemplo: sita da TV Cultura.


4 - Assista ao vídeo antes:

Parece óbvio, mas o que tem de docente que não assiste o filme/documentário e passa para os alunos, sem se quer saber o conteúdo completo e se ele é apropriado, não é brincadeira! Verifique a CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA do filme, assista por completo, faça anotações (até mesmo para cobrar dos alunos e discutir com eles no final) e teste o arquivo/CD/link antes para que não tenha surpresas na hora de reproduzi-lo.



5 - Opte por documentários:

Existem milhões de documentários de diversos conteúdos e ainda são mais curtos do que filmes, que além de serem muito longos muitas vezes se perdem em histórias demais. Com documentários o assunto é direto e não fica vagando em histórias e personagens. Claro que tem filmes que contam diretamente histórias, etc., mas é importante não perder muito tempo com eles. 

6 - Vídeo aulas:

Vídeo aulas são uma opção segura e direta, mas não esqueça de assistir antes porque pode acontecer do professor que estiver dando a aula errar alguma coisa do assunto ou até mesmo contradizer o que você passou aos alunos, evite confusões - sempre analise/assista antes.

7 - Antecipe os questionários ou cobranças:

Antes de começar o vídeo deixe claro o que o aluno deve prestar atenção e o que  procurar, isso pode ser feito através de questionários. 

Passe as perguntas antes ou às imprima e leia junto com os alunos, (farei uma postagem com exemplos) isso pode contribuir para que eles não fiquem divagando no meio do filme ou documentário -  vai ser necessário ter concentração.

8 - Pense antes de passar filmes:

Filmes demoram e como já escrevi acima ficam muito enrolados e indiretos, mas, se for necessário utilizar, tente combinar com outros professores. 

Muitas vezes os filmes valem também para demais disciplinas e fazer um plano interdisciplinar é bem melhor. Isso facilita para a reprodução do filme, não precisando levar mais dias para finalizar. Tente não demorar muito para finalizar o filme, senão torna-se cansativo e os alunos esquecem.

Encerrando, é sempre bom ter objetivos traçados quando se trata de vídeos, deixe claro isso para o aluno, porque senão ele vai achar que você está matando aula

Dica relacionada ao assunto:
   
Ana Maria Nápoles Villela  / Jerônimo Coura Sobrinho / Rogério Barbosa da Silva / Ana Elisa Ribeiro

Clique aqui!


Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!