Caros colégas! É uma questão de respeito. ~ Identidade 85 ::

quarta-feira, junho 06, 2007

Caros colégas! É uma questão de respeito.

Pessoal!

Olha um exemplo de falta de responsabilidade.

Vocês acreditariam que esta declaração foi feita por um “jornalista” formado em direto, que possui um programa de rádio em São Paulo. Seu nome é Jonas Greb, e trabalha na Rádio Trianon de São Paulo. O senhor Greb foi eleito suplente de deputado estadual em São Paulo.
– Eles dizem que querem se separar do Brasil. Pois separem. Não precisamos do Rio Grande do Sul na bandeira do Brasil. Vão fazer o país das "bichonas"... Pro inferno todo gaúcho e todo gremista. Não servem para ser brasileiros. Não é gente, são bandidos. Agora eles têm que vir aqui. E eu não quero pregar a violência, mas acho que eles têm que sentir o clima de Libertadores. Vamos tratar eles aqui, como eles nos trataram lá – afirma.
Agora o senhor José Greb, terá que se explicar com a justiça. O governo do Estado do Rio Grande do Sul, juntamente com o Grêmio de Futebol Porto Alegren- se e a Polícia Militar do RS, vão acionar judicialmente o senhor Greb, para que seja processado conforme a lei.
Este é um bom exemplo de como devemos ter responsabilidade com o que declaramos e escrevemos. Toda pessoa que se sentir ofendida, tem direito a procurar seus direitos. Creio que como professores ou futuros, temos obrigação de sermos exemplos de atitude na sociedade e em sala de aula. Nunca cobrando respeito se antes não conseguimos tratar as pessoas duma forma respeitosa.
Só para constar. Solidarizo-me com meus colegas de História, que sabem o modelo de professor a ser seguido, na futura profissão no Magistério.

Acadêmico de História Mathiel

1 comentários:

  1. Salve Salve Mathiel, bele?

    Acho realmente ridículo existir neste país tão grande e de povos tão diversificado preconceitos contra os gaúchos. Acho que isso só piora a situação de um país que tá buscando um "desenvolvimento econômico sustentável" como prega o Lula ou que se preocupa por demais com a segregação racial e a questão de cotas para raças nos departamentos públicos.

    Estamos cansados de ver desigualdades e lutas desnecessárias. Precisamos nos conscientizar de que somos todos "iguais perante a lei" e (pra quem crer) perante Deus.

    O Rio Grande tem sua própria história e tradições, mas isso não é motivo para sermos apartaid, buscando excluir pessoas ou culturas...

    Viva a igualdade e tolerância voluntária...

    Paz a todos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!