Filme "Casamento silencioso" (2008) ~ Identidade 85 ::

quarta-feira, janeiro 23, 2013

Filme "Casamento silencioso" (2008)

Poster do filme, 
onde se pode ler "...e o terror vem do leste".

Um tempo atrás eu vi no Café História uma dica de cinema, dessas parecidas com o que venho fazendo aqui no blog, que me chamou a atenção. Tratava-se de uma co-produção romeno-francesa-luxemburguesa intitulada Casamento silencioso, de 2008, dirigido por Horatiu Malaele

A princípio fiquei mais curioso que qualquer outra coisa, mas depois de assisti-lo confesso que fiquei encantado. Muitos amigos já ouviram de mim sobre esse filme e queria hoje compartilhá-lo com vocês também.

Trata-se de uma oportunidade e tanto para pensar sobre diversos aspectos da história da União Soviética e dos países anexos ao sistema centralizado em Moscou, neste caso a Romênia, tais como: repressão; centralização do poder; controle de mentes; possibilidades e resistências. Prova das possibilidades de trabalho para os professores é que já usei-o em uma aula na Faculdade Vale do Aporé (em Cassilândia, MS) e tive um retorno muito bacana por parte dos alunos. 

A história começa nos dias atuais, quando uma equipe de reportagem de um programa sobre eventos paranormais resolve visitar um "fantasmagórico" vilarejo romeno onde só há mulheres. Esse é o mistério que envolve o filme, que partir daí faz uma viagem ao passado, à década de 1950, época do casamento que dá título ao filme. 

A festa e a proibição, uma questão de instantes

Trata-se de uma trama que mescla brilhantemente humor com suspense, sem escapar o drama de uma etnicidade romena dominada pela russa. É a mostra de um domínio de "vanguarda", que raramente é questionado, exceto por uma ocasião tão significativa à pacata vila: um casamento. O oposto disso é uma ocasião igualmente muito significativa, pelo menos formalmente, para a totalidade dos comunistas, desafortunadamente coincidente com o evento matrimonial: a morte de Josef Stálin.

Representante do partido comunista anuncia o falecimento de Stálin 
e o luto oficial de 7 dias

Em resumo, por motivo da morte do líder "inquestionável", ficaram proibidos "casamentos, manifestações religiosas e mesmo velórios".

2 comentários:

  1. Comprei o filme Doutor Jivago, é muito bom também

    ResponderExcluir
  2. Maravilha, esse é um filme que eu quero ver tbm... obrigado pelo lembrete

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!