PROMOÇÃO! Livro "O Vaticano e Hitler" POR R$ 31,20! ~ Identidade 85 ::

sábado, junho 20, 2015

PROMOÇÃO! Livro "O Vaticano e Hitler" POR R$ 31,20!





O livro trata da polêmica conduta do Vaticano diante das ações nazistas. Eles sabiam do que acontecia na Alemanha de Hitler, mas recuaram perante uma condenação pública da loucura racista do nacional-socialismo. Por quê? Eis a dica de leitura da quarta! (o preço normal é R$ 52,00)

Já em fevereiro de 1929, o papa Pio XI firmou com Mussolini o Tratado de Latrão, através do qual, entre outras coisas, o catolicismo voltava a ser a religião oficial do Estado. A Santa Sé também expandiria sua soberania para outros prédios e igrejas de Roma, além do Palácio de verão em Castel Gandolfo. O fascismo italiano ainda pagaria uma indenização equivalente a 85 milhões de dólares pelos territórios e propriedades expropriados durante o processo de unificação italiana. Assim, o Santo Padre pode se referir a Mussolini como “um homem enviado pela Providência”

O mais crítico aqui é que pelo mesmo Tratado de Latrão os católicos deveriam se abster da política, especialmente de uma política autônoma que se contrapusesse ao governo fascista, inclusive com o fechamento de partidos e retirada do apoio à movimentos simpatizantes ao marxismo ou comunismo. Adolf Hitler, ainda sonhando com o poder (que à época não tinha conquistado), rejubilou-se com as boas novas vindas de Roma e escreveu: “O fato de que a Igreja Católica chegou a um acordo com a Itália fascista (…) prova que além de qualquer dúvida que o mundo das idéias fascistas é mais próximo do cristianismo do que o liberalismo judeu ou mesmo o marxismo ateu, a que o Partido do Centro Católico se considera tão ligado”. 

E assim a igreja seguiu agindo, tendo em vista que quando Pio XII, sucessor de Pio XI, assumiu no mesmo ano em que a Guerra começava (1939), as condenações aos fascismos, aqui especialmente o alemão, não vieram. Constantemente se pergunta se a igreja foi omissa. Uma reação firme teria evitado ou aumentado o número de inocentes mortos? 

Até há pouco tempo, as respostas a essas perguntas estavam guardadas a sete chaves nos arquivos secretos do Vaticano. Peter Godman investigou os documentos que mexem diretamente na ferida, e suas pesquisas talvez iluminem o último capítulo obscuro na história do nacional-socialismo. Ele descreve então o jogo de forças dentro do Vaticano, revelando os bastidores de um erro que até se pode chamar de inevitável. 

Para adquiri-lo, clique aqui!

livro O Vaticano e Hitler



Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!