Para que serve erva-mate? ~ Identidade 85 ::

domingo, agosto 30, 2015

Para que serve erva-mate?





É engraçado quando digo que estudo ERVA-MATE e as pessoas me olham tentando achar algo familiar ou serem simpáticas dizendo algo a respeito. Por isso, acho que vale algumas palavras sobre seus usos.

Assim como sempre é lembrada, aliás como sendo sua forma mais tradicional, erva-mate é consumida como chimarrão, tipo de mate quenta consumido por meio de uma cuia e uma bombilha. Mas nos estados quentes do Brasil, como Mato Grosso do Sul, ela foi adotada pelos não índio (que aprenderam com os indígenas) como tereré, tipo de mate gelado, tomada de modo semelhante ao chimarrão.


Chimarrão, com cuia, bomba e chaleira**
  
Mas a erva-mate já foi e é objeto de experimentos e usos diversos. Alguns já tentaram a fabricação de mate em forma de refrigerante gaseificado, por exemplo. É o caso da Cervejaria Corumbaense, de Corumbá, MS, onde era fabricado na década de 1950 um refrigerante à base de mate denominado "Mate Chimarrão”, que segundo dizia o Instituto Nacional do Mate, era "o que de melhor se conseguiu fazer até hoje [1956], no gênero, não só pelo seu agradável sabor, como pela sua magnífica apresentação".

Outro subtipo era o mate solúvel, tendo existido ao longo do século XX, fábricas nos 4 estados produtores de erva-mate (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso), sendo muito comentado e estudado por quem se dedicou ao mate industrializado.

No mesmo sentido, surgiu e se fixou o chá tostado ou mate queimado (tipo Matte Leão). Esses últimos ganharam ao longo dos anos versões misturadas, como o mate com leite que pode ser consumido em alguns lugares, como na franquia Casa do Pão de Queijo, por exemplo. Das misturas também se acha com canela, pêssego, limão, entre outras. Em termos amplos, é hoje o tipo mais popular de consumo de mate.

Ainda sobre o mate tostado, há tempos tipos gelados podem ser consumidos nas praias do Rio de Janeiro (e outras), em quiosques e vendedores ambulantes. Daí surgindo ainda bebidas de mate como uma marca recente do grupo Viton 44, chamada Matte Viton - que patrocina times e atletas cariocas.



Além dos produtos propriamente, a mateína, substância extraída do mate, há tempos vem sendo cobiçada por algumas grandes companhias, como a Coca-Cola, que por sinal comprou a marca Matte Leão

E hoje temos também empresas que usam erva-mate para fabricar cosméticos (shampoos, cremes, etc.), xaropes para fins farmacêuticos e já comprei (embora artesanal) licores de erva-mate. Especificamente sobre cosméticos, um exemplo é o da Natura, com os produtos da série Ekos, que incluem colônia, shampoo e creme de barbear à base de mate.



Por último, é interessante dizer que ao longo do séculos XIX e XX muitos estudos foram feitos, incluídos em ações de propaganda, onde se buscava mostrar que o mate tem propriedades medicinais ou no mínimo ações ativas no organismo, servindo, por exemplo, como diurético e organizador da flora intestinal. Bom, mas à quem isso interessar, fica para uma próxima postagem.


Dica de livro:


 livro Aprendendo História do Paraná - História Regional

Aprendendo História do Paraná
História Regional
de Eduardo Galeano
R$ 39,90!
 Clique aqui para comprar!

* Montagem do topo a partir de imagem retirada do site ervamatecoresabor.com.br.
** Foto chimarrão retirada do site bjjforum.com.br
*** Foto do Fluminense: Matheus Frigols / GE.com.

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!