Disco "Cantigas d'amigos", de Natália Correia, Amália Rodrigues e Ary dos Santos (1971) ~ Identidade 85 ::
Booking.com

quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Disco "Cantigas d'amigos", de Natália Correia, Amália Rodrigues e Ary dos Santos (1971)




Para quem gosta de cultura medieval ou de conhecer as origens da língua portuguesa, segue uma peça única mostrando belas releituras da antologia "Cantares dos trovadores galego-portugueses". Ouça o disco completo!

"Cantares" foi atualizado pela mão de Natália Correia (publicada em 1970) e ditos ou pela própria e por Ary dos Santos, ou cantados por Amália, com música original de Fontes Rocha (excepto "Ermida de São Simeão", música de Alain Oulman).

Escreveu Ary dos Santos na contra-capa do disco: «Era uma vez um livro muito bonito, que cheirava muito bem. Umas vezes a flores, outras vezes a urtigas. Mas a urtigas sadias. Tinha sido feito pela Natália Correia que o desenterrara de alfarrábios muito, muito velhos, com mãos de chama e de poeta. 

Escusado será, pois, dizer que o livro era de poemas. Eis senão quando, uma bela noite em casa da Amália, os tais poemas sairam das páginas e ganharam voz. Pareciam ervas dançando no meio da sala. O Fontes Rocha foi-os apanhando um a um e fez com eles um feixe de música. O Carlos, o Pedro e o Joel, ajudavam muito. 

E a Amália deu-lhes um nome como só ela sabe: Cantigas de Amigos

O resto? O resto foi apenas convivio e entendimento perfeitos. Às vezes, pela meia-noite, os poemas tinham fome e comiam sopa de coentros e arroz de bacalhau. O Rui e o João também apareceram e ficaram calados que nem ratos ao pé do Ribeiro, que é um mágico que sabe fazer música com luzes, enquanto este regia a orquestra. Depois, chegou a bruxa Maluda (que por sinal é bem bonita) a cavalo numa vassoura, com um pincel e uma tesoura. E zás, pôs-nos a todos na Idade Média. Parece uma história para meninos...»

Lista das músicas:

01 - Vim esperar o meu amigo (Bernaldo de Bonaval) - Ary dos Santos e Amália
02 - Vem comigo irmã (Fernando Esguio) - Natália Correia
03 - Perigosas elas são (Afonso X de Castela e de Leão, o "Sábio" - Ary dos Santos
04 - Ah quisesse Deus (Dom Dinis) - Amália
05 - Senhora que bem pareceis (Dom Dinis) - Ary dos Santos
06 - ... E pede-me agora o que não devia (João Garcia de Guilherme) - Amália
07 - O rapinante (João Airas, de Santiago) - Natália Correia
08 - Uma pastora delgada (Dom Dinis) - Ary dos Santos e Natália Correia 
09 - Lá vão as flores (Paio Gomes Charinho) - Amália
10 - Nem por rei ou infante, eu me trocaria (Dom Dinis) - Ary dos Santos 
11 - Sejamos como toda a gente (João Garcia de Guilhade) - Natália Correia
12 - Ermida de São Simeão (Mendinho) - Amália 
13 - Ai Dona Feia foste-vos queixar (João Garcia de Guilhade) - Ary dos Santos
14 - Amores eu tenho (Pero Meogo) - Amália e Natália Correia
15 - Alegre eu ando (Nuno Fernandes Torneol) - Natália Correia
Disco na integra c/ detalhe de capa, da autoria da pintora Maluda.

Ouça o disco completo:




Se você gostou dessa postagem, visite também nossa postagem sobre Cantigas Medievais, clique aqui.

* A descrição do disco foi disponibilizada juntamente com o vídeo contendo as músicas.

Compartilhar essa postagem:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Digite e tecle Enter para buscar!